Follow by Email

domingo, 14 de setembro de 2014



Do céu ao chão
a noite recebe
a iluminada poesia.

terça-feira, 1 de julho de 2014

DEPOIS DE UM LONGO RECESSO, VOU RETOMAR AS POSTAGENS.
COMEÇO COM UM POEMA DO ÚLTIMO LIVRO, DOCE DE FORMIGA (INFANTIL):

Parece a pedra do Drummond

No meio do caminho tinha uma pedra
e daí
eu tropecei
e caí.

Tinha uma pedra no meio do caminho
e eu andando distraidinho...
Ai! Que foi que eu fiz?
Tem sangue no meu nariz...

No meio do caminho uma pedra tinha
_ Socorro, mamãezinha,
me cuida senão eu morro!
_Foi só um arranhão
lava com água e sabão!

No caminho do tinha pedra uma meio
acho que o susto é foi feio...